sexta-feira, 29 de junho de 2012

Doença desconhecida preocupa população

   Uma doença desconhecida tem tirado o sono de alguns moradores porto-felicenses desde a última segunda-feira, 25, quando uma jovem mãe, de 36 anos, veio a falecer no Hospital Regional de Sorocaba, de uma doença, até o momento, não diagnosticada.
   Após essa trágica perda, a dúvida em relação à doença e a internação dos outros membros da família (em área de isolamento) com os mesmos sintomas, sendo o pai, dois filhos (5 e 11 meses) e um sobrinho (4 anos), a Secretaria de Saúde interditou a residência e a Vigilância Sanitária foi até a escola onde o filho de cinco anos estuda e ministrou um coquetel de antibióticos para os alunos e professores. Além disso, a Vigilância Sanitária de São Paulo também esteve em Porto Feliz, nesta sexta, 29, e fez uma inspeção na casa da família.
   Segundo informações da Assessoria de Imprensa do HRS, foram feitos exames nos familiares que também estão com os mesmos sintomas, mas os resultados não foram conclusivos. Entre as doenças que estão sendo examinadas estão miningocóquicemia - um tipo de infecção generalizada; febre maculosa - doença transmitida por carrapatos; leptospirose - transmitida por ratos e dengue hemorrágica. Na tarde de ontem foram feitos mais alguns exames e enviados ao Instituto Adolfo Lutz. Os novos resultados devem sair ainda na tarde desta sexta-feira.
   Segundo o comunicado divulgado pela prefeitura, todas as medidas de bloqueio da doença foram realizadas pela Secretaria Municipal de Saúde, seguindo protocolo estabelecido pela Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo e Ministério da Saúde.

3 comentários:

  1. Qual é a escola que essa criança estuda?

    ResponderExcluir
  2. A escola é Nair Antunes de Almeida, na Vila Martelli (Popular)

    ResponderExcluir
  3. onde essa familia mora??em qual bairro??

    ResponderExcluir